Atenção

Fechar

NOTÍCIAS

Coleta de lixo subterrânea será instalada em 10 pontos de Vila Velha

11/09/2019 | Gazeta Online

Através de um tubo de inox, a população poderá abrir a tampa e depositar o lixo, que será recolhido pela equipe de coleta da Prefeitura

Contentores de lixo com capacidade para três mil litros de lixo serão instalados em bairros de Vila Velha

A cidade de Vila Velha vai instalar contêineres subterrâneos de lixo. O recipiente funciona como uma grande lixeira colocada abaixo do nível da calçada. Cada contêiner terá capacidade de armazenamento de 1,5 mil litros de resíduos. Nos locais instalados, a população vai se deparar com um conjunto de tubos de inox e poderá abrir a tampa e depositar o lixo, que então será recolhido pela equipe de coleta da Prefeitura.

Inicialmente serão dez pontos da cidade escolhidos para receber a novidade - que promete reduzir o problema de lixo transbordando das lixeiras para as calçadas. Cada espaço vai receber dois contêineres: um para o, que pode ser reaproveitado, e outro para o lixo úmido. Segundo a secretária de Serviços Urbanos de Vila Velha, Marizete de Oliveira Silva, esses locais são pontos com grande movimentação de pessoas.

"São aqueles locais onde as lixeiras enchem diariamente, que são mais demandados. Vamos instalar para diminuir o problema. Porque fica feio a lixeira cheia, transbordando. Às vezes, interrompe até o fluxo de pessoas na calçada, na rua", reforça.

LOCAIS ESCOLHIDOS EM VILA VELHA

Os pontos escolhidos foram Praça de Praia das Gaivotas; Avenida Ministro Salgado Filho, cruzamento com Rodovia Carlos Lindemberg, Glória; Praça Meyerfreund (Praça da Garoto), Glória; Rua Santa Rosa, Glória; Rua Presidente Lima, Centro; Avenida Champagnat, Centro; Rua 24 horas, Centro; Praça Luciano das Neves, Prainha; Avenida Antônio Gil Veloso e na Curva da Sereia com a Avenida Antônio Gil Veloso, na Praia da Costa.

A instalação deve começar em setembro e terminar até o final do ano. Nesta fase atual de instalação, a Prefeitura vai dar início ao Georadar, processo que identifica a existência de tubulações nos pontos escolhidos para instalação. O Georadar (GPR) é utilizado em áreas urbanas para detectar e estimar a profundidade de tubos de PVC, concreto, cerâmica e cabos elétricos e telefônicos, além das tubulações metálicas e dessa forma comprovar que a área está apta a receber o equipamento.

Veja a notícia no site Gazeta Online.

Volta para lista