Atenção

Fechar

NOTÍCIAS

Aço inoxidável de alta resistência aumenta vida útil de equipamentos na mineração

09/09/2019 | Portal da Mineração

Inovação desenvolvida no Brasil será apresentada pela Aperam South America na Exposibram, entre 9 e 12 de setembro, em Belo Horizonte

A mineração é um dos setores que mais sofrem com o desgaste por abrasão em  peças e equipamentos, causando diminuição de vida útil das máquinas e custos extras com manutenção e reposição. Para mitigar tais danos, a utilização do aço inoxidável é uma alternativa que garante ganho de produtividade e traz economia em diversos processos da área. Atenta às necessidades do setor, a Aperam South America, produtora integrada de aços inoxidáveis, elétricos e carbono, desenvolveu o ENDUR,um aço inox de alta resistência que permite a construção de estruturas mais leves e com um ganho de vida útil até sete vezes maior do que as gerações anteriores do inox, dependendo da aplicação.

A novidade foi desenvolvida e produzida dentro da empresa brasileira e chega ao mercado ampliando a competitividade e a eficiência das aplicações do aço inoxidável. Segundo Julio Di Cunto, analista consultor da Aperam, na mineração o ENDUR pode ser utilizado em vagões de trem, equipamentos para beneficiamento e transporte, sistema de escoamento de lavagem de minério de ferro, peneiras e outros. “Essa tecnologia agrega vantagens competitivas aos equipamentos, como a melhora da produtividade, eficiência e segurança da matéria-prima. Com o ENDUR, a produção de equipamentos torna-se mais leve, durável e que requer menos manutenção. Suas principais características são alta resistência ao desgaste e à corrosão e alta propriedade mecânica. Por isso, ao longo dos anos, é notável a grande economia ao substituir o aço carbono pelo inoxidável”, enfatiza.

Em vagões ferroviários de transporte de minérios, por exemplo, a utilização do ENDUR permite a redução do peso bruto de cada vagão em, pelo menos, meia tonelada, permitindo um aumento da capacidade de transporte de carga na mesma quantidade, ou, até mesmo, do número de vagões, dependendo da capacidade do projeto. “A utilização do inox também evita o acúmulo de material no fundo após a descarga, diminuindo, consequentemente, o peso morto, o que garante mais rentabilidade ao negócio. Além disso, os vagões já em uso comprovam que esse tipo de estrutura pode durar mais de 40 anos sem manutenção, sendo que os vagões produzidos com aço carbono duram, em média, até 7 anos”, destaca Di Cunto.

O ENDUR será apresentado na Exposibram, entre 9 e 12 de setembro, em Belo Horizonte. Em seu estande, a Aperam apresentará as aplicações e todos os benefícios da inovação para o setor de mineração.

Aço Verde Aperam

Todo aço da Aperam é produzido com energia limpa e sustentável, medidas que garantem mais vantagens econômicas e vida útil aos produtos, além de impactar positivamente o meio ambiente. A indústria é a única no mundo que utiliza 100% de carvão vegetal como matéria-prima, um processo feito de forma ecologicamente correta, socialmente justa e economicamente viável. Seus produtos são classificados como “Aço Verde” por serem produzidos utilizando fonte de energia limpa, renovável e que contribui com a economia de recursos naturais. O processo de produção começa nas florestas renováveis da Aperam BioEnergia, localizada no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. Sua produção deixa de emitir 700 mil toneladas de CO2 por ano. De lá, vem o carvão vegetal que abastece os fornos da usina localizada em Timóteo/MG. Por ser reaproveitado e fabricado de forma ambientalmente correta, o material contribui para o desenvolvimento sustentável do negócio.

Sobre a Aperam South America

A Aperam South America é produtora integrada de aços planos inoxidáveis, elétricos e carbono. A partir de uma gestão baseada nos valores liderança, inovação e agilidade, consolida-se como líder no mercado brasileiro em seu segmento. Sua planta industrial, localizada em Timóteo-MG, possui capacidade produtiva total de 900 mil toneladas de aço líquido por ano. Utiliza carvão vegetal produzido por sua subsidiária no Vale do Jequitinhonha: a Aperam BioEnergia. A BioEnergia produz e comercializa carvão vegetal, tecnologia, mudas e sementes, a partir de florestas renováveis de eucalipto em Minas Gerais. Em sua trajetória de 75 anos, a empresa possui amplo portfólio destinado aos segmentos automotivo, construção civil, energia, transportes, linha branca, utilidades domésticas e saúde. Desde 2011, integra o Grupo Aperam, segundo maior da Europa, composto de outras cinco plantas industriais na França e na Bélgica, cuja capacidade alcança 2,5 milhões de toneladas de placas de aço por ano.

Acesse o site e conheça mais sobre a Aperam: brasil.aperam.com


Confira a matéria na íntegra no Portal da Mineração.

Volta para lista