Atenção

Fechar

NOTÍCIAS

As diferenças entre as ligas de aço inox AISI 304 / 304 L / 304 H

18/12/2017 | Blog Losinox

O aço inoxidável é uma liga metálica cuja microestrutura define qual será sua utilização mais adequada. No mercado de aço inox há, por exemplo a família dos aços austeníticos, de alta resistência a corrosão. Nessa família, existem classificações como as ligas de aço inox AISI 304, 304L e 304H.

Os aços austeníticos oferecem uma maior resistência em relação a trincas e rupturas. Essa resistência ocorre mesmo considerando baixas temperaturas.

Neste artigo, você saberá as diferenças entre as Ligas de aço inox AISI 304, 304L e 304H. Confira a seguir!

Ligas de aço inox AISI 304, 304L E 304H e suas composições químicas

O aço AISI 304 (também chamado de aço 304) é o tipo de aço inox mais popular no mercado. Sua aplicação abrange diversas áreas da indústria, como utensílios de cozinha, hospitais, indústrias farmacêuticas, químicas e petroquímicas.

A composição química de sua liga metálica de aço inox – conforme a padronização estabelecida pela AISI – é a seguinte:

AISI 304

  • Carbono: máximo de 0,07%
  • Manganês: máximo de 2%
  • Fósforo: máximo de 0,045%
  • Cromo: 17,50 a 19,50%
  • Níquel: 8% a 10,50%

AISI 304L

  • Carbono: máximo de 0,03%
  • Manganês: máximo de 2%
  • Fósforo: máximo de 0,045%
  • Cromo: 17,50 a 19,50%
  • Níquel: 8 a 12%

AISI 304H

  • Carbono: de 0,04 a 0,10%
  • Manganês: máximo de 2%
  • Fósforo: máximo de 0,045%
  • Cromo: 18% a 20%
  • Níquel: 8% a 10,50%
  • Tamanho de grão: menor ou igual a 7 ASTM

(Obs.: foram feitos ajustes nas especificações dos aços AISI 304 e AISI 304L pela ABINOX em jan/18)

É importante conhecer a composição química de cada liga de aço inox AISI. Dessa forma, você poderá investir naquele que servirá melhor a seus propósitos e que seja mais aderente às necessidades de seu projeto.

Benefícios e aplicações das ligas de aço inox AISI 304, 304L E 304H

Note que o que distingue os diferentes tipos de aço é a quantidade de carbono em sua composição. Essa diferenciação ocorre pois o carbono e o cromo, quando aquecidos a altíssimas temperaturas (entre 425 e 800ºC), acaba por precipitar a superfície do material. Isso causa a chamada sensitização, ou seja, a perda de resistência à corrosão.

Essa precipitação do cromo em carboneto faz com que materiais com menos carbono tenham destaque no mercado.

Basicamente, essa é a diferença primária entre ligas de aço inox AISI 304 e AISI 304L. O tipo 304L, com seu teor máximo de 0,03% de carbono, possui uma aplicação melhor na fabricação de equipamentos. Por isso, necessita estar constantemente em contato com meios corrosivos e sensitizadores.

Já o tipo 304H, embora semelhante à liga de aço 304, tem a diferença de 0,04% na sua máxima composição de carbono.

Esse tipo de aço é uma solução quando a corrosão não é necessariamente uma ameaça para sua aplicação. Em alguns casos, valores mais altos de carbono podem ser um benefício. Uma fina rede de carbonetos ajuda o aço a conservar suas habilidades mecânicas.

Na família de aços austeníticos, há materiais extremamente resistentes. O que determinará a aplicação das ligas de aço inox AISI 304, 304L e 304H será as especifidades de seu projeto.

Produtos domésticos, tubos, calhas e finalidades estruturais? O AISI 304 é uma liga indicada. Necessita de maior resistência à corrosão intergranular? O 304L torna-se uma melhor opção. Precisa manter a propriedade mecânica em alta temperatura e não há perigo de corrosão por precipitação? Então, o 304H pode ser uma boa alternativa.

É preciso pesquisar com atenção e definir com precisão as necessidades de seu projeto antes de escolher a liga de aço inox ideal, mas, a partir dessas dicas, você já pode começar a orientar o planejamento e a execução de seu projeto no caminho certo!

Confira a notícia no site Blog Losinox.

Voltar para a lista

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.