Atenção

Fechar

PUBLICAÇÕES ABINOX

Informativos Inox

Polpa de fruta com inox

Informativo nº 34 | Julho de 2018

Polpa de fruta com inox

»Inox na indústria de polpa congelada

Na indústria de alimentos, o desembaraço para limpar e o design voltado para a higiene contam com um aliado de prestígio: o aço inoxidável. No caso específico da polpa de fruta congelada, o processo depende da continuidade. Começou, não pode parar. Para garantir a qualidade, uma vez congelada, a polpa deve chegar à mesa do consumidor ou ao balcão da lanchonete com a estrutura da fibra ou a textura mais próximas possíveis da “carne” da planta colhida no campo. O aço inox do maquinário e a inteligência do computador se unem em nome do valor nutritivo, paladar, cor e textura. Desde a colheita (com tesouras fabricadas com inox 420) até o transporte nas duas pontas (em veículos revestidos com inox 304, resistentes à corrosão), a polpa de fruta deve regelar e descongelar sem sofrer dano ou modificação. A polpa de uma fruta in natura pode chegar à mesa extraída por equipamento doméstico (de inox) mas a maior parte dos produtos congelados, atende à imensa indústria de sucos, iogurtes, sorvetes, picolés, xaropes, recheios de bolos, papinhas e smoothies (purê de frutas com sorvete ou frozen yogurt), consumidos em qualquer lugar, independente de safra ou época.

»Sanitização

Depois de colhida, pré-selecionada, classificada, pré-lavada e pesada, a fruta passa por uma sanitização por água corrente abundante. Nesse ambiente, o inox aplicado nos equipamentos de lavagem precisa entregar uma resistência à corrosão uniforme, que assegure um processo de limpeza capaz de impedir o acúmulo de resíduos ou detritos e, disso, a superfície de baixa rugosidade do inox se encarrega.

Aço inox 304, acabamentos brilhante e fosco

»Extração da casca

Após lavagem, a linha de produção passa pelos descartes, enxágue e desclorificação. Na hora de remover as camadas periféricas das frutas, a utilização do inox nos descascadores assegura a assepsia correta quando se considera o contato dos produtos com os movimentos de cortes precisos dos inoxidáveis (temperados) com excelentes fios. A facilidade de limpeza sem resíduos ajuda a diminuir os custos da atividade econômica. 

Aço inox na estrutura, 304, e nos equipamentos de corte, 420

»Despolpa

Nessa etapa, algumas frutas ou vegetais, requerem tratamentos como escaldadura ou cozimento com vapor quente antes de serem despolpados e refinados. Durante o processo de refino das frutas, bem como na retirada da polpa, o inox elimina a contaminação das linhas de processo bem como facilita a limpeza devido à baixa rugosidade superficial, isenta de poros. No processo de homogeneização – o momento crítico de produzir o purê – o inox afiança a resistência à corrosão elevada, o que aumenta a durabilidade do equipamento. 

Aço inox 304 – acabamentos brilhante e fosco

»Embalagem

Com o aço inoxidável na linha de embaladoras de polpa de frutas fica assegurada a isenção de contaminações, oxidações e extravios que possam prejudicar o sabor das frutas, o valor nutritivo e as perdas na produção. O planejamento das embalagens prevê o deslocamento do produto a bordo em grandes fardos, exposto nos balcões e no consumo unitário tudo à prova de umidade ou vapor e livre de vazamentos. A baixa rugosidade do inox ajuda no escoamento dos produtos já ensacados.

Aço inox 304 – acabamentos polido ou brilhante

»Congelamento

Uma vez ensacado ou empacotado, o alimento pode, afinal, ser congelado. O inox usado na linha do congelamento e armazenagem das frutas industrializadas precisa suportar as diferentes condições de temperaturas abaixo de zero. Existem vários sistemas de congelamento com transferidores criogênicos, por contato ou por ar. Para evitar falhas o inox austenítico é o mais indicado.

Aço inox 304 – acabamentos polido ou brilhante

Apoio: 

Edição e redação: Ateliê de Textos
Jornalista responsável: Alzira Hisgail (Mtb 12326)
Redação: Renato Schroeder
Edit. eletrônica: Vinicius G. Rocha (Act Design Gráfico)


Volta parar lista